Aeroporto de Confins é premiado por práticas socioambientais

 Aeroporto de Confins é premiado por práticas socioambientais
Anuncie no Por Dentro de Tudo

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte é reconhecido por práticas socioambientais em premiação da Airports Council International (ACI) 

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte foi reconhecido por suas práticas socioambientais.A premiação ocorreu nesta quarta-feira (24), durante a edição 2021 do “Green Airport Recognition”, a conferência anual do Conselho Internacional de Aeroportos da América Latina e Caribe (ACI-LAC), em Cancún, no México. O reconhecimento é destinado a valorizar as iniciativas sustentáveis que minimizem os impactos da aviação no meio ambiente e nas comunidades do entorno.  

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte recebeu o prêmio pelo projeto Coletiva Seletiva Solidária, desenvolvido desde o início da concessão da BH Airport, em 2014. A iniciativa alcançou a marca de mais de 1.600 toneladas de resíduos doados à Associação de Catadores de Materiais Recicláveis (Ascamare) de Lagoa Santa, cidade do entorno do aeroporto. A ação reflete diretamente na geração de renda para 27 famílias de associados à Ascamare que comercializam os resíduos. Entre os materiais doados estão papel, papelão, plástico, vidro, pallets de madeira e metal. 

“Essa conquista é motivo de muito orgulho para o aeroporto. Estamos sempre em busca de colocar em prática ações sustentáveis de inclusão social e preservação do meio ambiente, assim como demais iniciativas que contribuam para fomentar o desenvolvimento econômico de Minas Gerais e da região do entorno do nosso terminal. A premiação mostra que estamos no caminho certo”, ressalta Kleber Meira, CEO da BH Airport.  

O Green Airport Recognition é uma iniciativa que proporciona aos aeroportos a oportunidade de compartilhar o que têm de melhor em projetos socioambientais. Os critérios para o reconhecimento do Projeto Coleta Seletiva foram: o envolvimento da diretoria do aeroporto, a eficácia dos custos, os benefícios ambientais e socioambientais, bem como a inovação do projeto.  

Para Kleber, além de atender a todos esses quesitos, o projeto Coleta Seletiva estabeleceu uma relação duradoura, de confiança e transparência, com os parceiros.“O nosso projeto é um exemplo de como uma atitude simples pode fazer toda a diferença. O resultado é fruto do engajamento da comunidade aeroportuária que separa corretamente os resíduos recicláveis. A iniciativa contribui para a economia de recursos naturais, para o descarte adequado dos materiais, bem como traz reflexos positivos para a comunidade”, reforça o CEO da BH Airport. 

Antes da premiação, no dia 23 de novembro, foi realizado um painel com a presença dos líderes dos principais aeroportos do mundo. Além de Belo Horizonte, estavam presentes representantes de Oman, Toronto, Munich, Lima e Instanbul. De acordo com Kleber, que participou desse encontro, o painel foi uma oportunidade de debater a retomada do setor de aviação, os desafios e as possibilidades, sobretudo de um futuro mais sustentável. “Nesse sentido, é fundamental pensarmos cada vez mais em novas tecnologias e inovações que ampliem a competitividade dos equipamentos e coloquem a sustentabilidade em um novo patamar”, conclui Kleber. 

Reconhecimento por reduzir as emissões de gases de efeito estufa 

Em setembro, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte já havia atendido a todos os requisitos necessários para a renovação da acreditação de emissões de carbono, no nível 2, pelo programa da ACI. Com isso, o terminal foi reconhecido pelo esforço de colocar em prática ações para reduzir as fontes de emissão de gases de efeito estufa, considerados os principais responsáveis pelo aquecimento global.   

O processo de renovação consistiu em mostrar que o aeroporto cumpriu o requisito de redução gradativa de suas emissões de gás carbônico em 2019, em relação aos anos de 2018 e 2017. A renovação é anual, mas, em função da pandemia do coronavírus, o processo não ocorreu em 2020.  

Este ano, a auditoria presencial seguiu suspensa. No entanto, ocorreu a verificação on-line dos seguintes dados: análise da política interna, projetos implantados, lançamento dos dados de emissões de 2019, realização da comissão de gerenciamento de carbono, divulgações de sustentabilidade e procedimentos de gestão de carbono.   

Para obter a renovação da acreditação, o aeroporto desenvolveu alguns projetos que envolveram as áreas de Qualidade, Segurança, Meio Ambiente, Manutenção, Terminal de Cargas e Administrativo-Financeiro da empresa. Iniciativas simples, mas com resultados relevantes. 


error: Conteúdo bloqueado para cópia !!