fbpx
sexta-feira, 14 de junho de 2024

Contato

Baixa cobertura: Apenas 3,9% dos Policiais Militares de Minas Gerais usam câmeras corporais

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) atualmente dispõe de apenas 1.444 câmeras corporais em condição de uso para um total de 36.253 agentes no serviço ativo. Esses números, obtidos via Lei de Acesso à Informação (LAI), revelam que os equipamentos cobrem apenas 3,9% do efetivo total da corporação. Além dessas, a PMMG possui outras 209 câmeras portáteis em manutenção.

Apesar da quantidade reduzida, a PMMG afirma que “todos os militares do serviço ativo encontram-se em condições de uso dos equipamentos”, sem, no entanto, especificar quantos policiais efetivamente utilizam as câmeras no cotidiano.

A utilização de câmeras corporais pela PMMG teve início em dezembro de 2022, quando a corporação começou a operar com 1.040 aparelhos. Naquele período, os equipamentos eram utilizados por mais de 4 mil agentes em turnos alternados, permitindo que a tecnologia fosse distribuída de maneira a aumentar a cobertura durante os serviços.

O uso de câmeras corporais é uma estratégia importante para aumentar a transparência e a segurança tanto dos agentes quanto da população, documentando abordagens e operações policiais. Entretanto, a baixa cobertura atual levanta questões sobre a efetividade dessa medida em todo o estado, já que a maioria dos policiais ainda não dispõe desses equipamentos no dia a dia.

A ampliação do uso de câmeras corporais na PMMG poderia ser um passo significativo para fortalecer a confiança pública na corporação, reduzir conflitos durante abordagens e fornecer evidências claras em investigações de ocorrências policiais.

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.