Família pede ajuda para arrecadar R$ 60 mil para cirurgia de criança

A família de Miguel Arcanjo Magalhães Oliozi, de 2 anos, morador de Alvinópolis, na Região Central de Minas Gerais, está promovendo uma campanha para arrecadar R$ 60 mil para custear uma cirurgia de traqueoplastia em caráter de urgência.

 
O garoto é portador de broncodisplasia pulmonar grave, o que faz com ele precise de acompanhamentos sistêmicos e tratamentos diversos.

 

Miguel Arcanjo nasceu prematuro, com 24 semanas (seis meses), e, desde então, luta por sua vida, recebendo acompanhamento médico constante e tratamento domiciliar. A campanha que visa arrecadar o valor necessário para custear equipe multiprofissional, alimentação especial via sondas, entre outros, está em andamento e quem quiser doar qualquer valor pode o fazer pela chave Pix 18054015640.
 

 

Dificuldades no tratamento

A mãe de Miguel, Isabella Carvalho decidiu lançar a campanha após o garoto não conseguir ser atendido na rede pública, estando há nove meses na fila de espera da Santa Casa de Belo Horizonte. Segundo Isabella, por morarem em Alvinópolis, a busca pelo atendimento fica ainda mais difícil.

 

Como o caso de Miguel Arcanjo é grave, a mãe então buscou o médico do hospital, único especialista para o caso em Minas Gerais, para realizar a operação, que foi orçada em R$ 60 mil e precisa ser realizada em regime de urgência. Segundo Isabella, o médico afirmou que Miguel corre risco de morte e não pode esperar mais para ser operado.

 

Apesar de a família do garoto ter acionado a Justiça e o município, a urgência da situação não permite que esperem o andamento do processo. Como a traqueoplastia é uma cirurgia delicada, ela não pode ser feita com qualquer cirurgião, sendo necessária a atuação de um especialista.

 

Isabella afirmou que, além do médico mineiro, que atende na Santa Casa de BH, somente médicos de outros estados, como São Paulo e Porto Alegre poderiam salvar a vida do seu filho, mas os custos totais seriam ainda mais altos caso a cirurgia fosse feita fora de Minas Gerais.

Broncodisplasia pulmonar

A broncodisplasia pulmonar (BDP) é uma doença multifatorial caracterizada por alterações na função respiratória de recém-nascidos decorrentes à prematuridade, os quais foram submetidos a oxigenoterapia e ventilação mecânica nos primeiros dias de vida, gerando uma dependência de oxigênio ou de assistência respiratória por um período prolongado. Seu tratamento consiste em suporte nutricional, uso de diuréticos, beta-agonistas, corticóides e oxigenação adequada.

Desfecho positivo no caso do garoto Heitor

Recentemente, outro caso de campanha para tratamento de uma criança chamou a atenção. Se trata do garoto Heitor, que tem síndrome nefrótica e está com funções renais debilitadas. Seus familiares lançaram uma campanha em busca de um nefrologista para atendê-lo.

 

 
 
 
Morador de Conselheiro Lafaiete, na Região do Alto Paraopeba, em Minas Gerais, Heitor não se alimenta, pois vem sentindo muita dor, apresenta inchaço no corpo e dificuldade para urinar.

 

Os familiares do garoto agradeceram toda a mobilização feita em prol da saúde dele e agora se preparam para o prosseguimento do tratamento.

Ronaldo Araújo

Outras notícias:

Publicidade

Previous
Next