fbpx
sexta-feira, 14 de junho de 2024

Contato

Hipertensão arterial pulmonar: 44% receberam algum diagnóstico errado

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

Com sintomas genéricos, pacientes com hipertensão arterial pulmonar (HAP) têm muita dificuldade de receber o diagnóstico correto e começar o tratamento em tempo hábil para controlar a doença. Uma pesquisa feita pela MSD e apresentada no congresso anual do American College of Chest Medicine mostra que 44% dos pacientes com a doença no Brasil recebeu pelo menos um diagnóstico errado antes de descobrir o que tinha.

A HAP é uma doença incurável caracterizada pela alta de pressão nos pulmões e é mais comum em mulheres entre os 20 e 40 anos. Sem tratamento, quando a doença não tem causa específica e não está associada a outras complicações, a sobrevida é de apenas três anos. Estima-se que 100 mil brasileiros tenham HAP.

De acordo com o levantamento, os primeiros sintomas notados são falta de ar (78%), fadiga (65%) e dor/pressão no peito (33%). Em média, o paciente espera entre sete e 12 meses para procurar um cardiologista, e o tempo médio para o diagnóstico correto é de quase dois anos após o início dos sintomas.

Os indivíduos com a doença sofrem um grande impacto na qualidade de vida, e 77% sentem falta de ar até ao subir inclinações leves. Os participantes relataram não conseguir realizar trabalhos pesados em casa ou no quintal, e muitos acabam dependendo de outras pessoas (79% afirmaram não gostar de precisar de ajuda).

Siga a editoria de Saúde no Instagram e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.