Notícia Estado de Minas:

Homem é morto com uma facada no pescoço em BH

Uma discussão que levou a uma briga num bar do Bairro Jardim Vitória, na Região Nordeste de Belo Horizonte, foi a causa do assassinato de Makerley do Divino Siqueira, de 41 anos, conhecido por “Divino”, nesta sexta-feira (14/1). Ele foi morto com uma facada no pescoço por Helton Adilson dos Santos, de 54 anos, vulgo “Cabeça” ou “Cabecinha”, como é chamado na região.

 

O corpo foi encontrado por viaturas da Polícia Militar, que foram alertadas via rádio, sobre um possível homicídio. Ao chegarem ao local, encontraram Makerley caído, de lado, com um corte no pescoço.

Ao ouvirem testemunhas, estas disseram que o autor seria um homem conhecido por “Cabeça” ou “Cabecinha”. Os policiais conseguiram, então, localizar o endereço do suspeito, assim como descobrir seu nome e sobrenome.

Na casa, na Rua Padre José Pedro, 38, também no Jardim Vitória, o suspeito não foi encontrado. Foi então montada uma operação para tentar capturar Helton, ou “Cabeça”. 

E nas buscas, os policiais localizaram, saindo de uma lanchonete, na esquina das ruas Professor Amilcar Viana Martins e Borges, um homem com as mesmas características.

Confissão

Ao ser abordado, Helton confessou o crime e alegou que tinha sido agredido pelo opositor com dois socos na cara, antes de decidir ir até sua casa, apanhar a faca e voltar para matar Makerley. “Nós discutimos e ele me deu um soco no nariz. Aí, o desafiei a dar outro soco e ele repetiu o golpe. Fui até minha casa, peguei uma faca e o esfaquiei”, disse aos policiais.

Foi dada voz de prisão a Helton, que antes de ser levado para a 4ª Delegacia da Polícia Civil Leste, foi para a UPA Norte, para tratar os ferimentos.

 

Luiz Ladeira

Outras notícias:

error: Conteúdo bloqueado para cópia !!