Homossexuais não têm mais restrição para doar sangue em Minas

 Homossexuais não têm mais restrição para doar sangue em Minas
Anuncie no Por Dentro de Tudo

Homossexuais não são mais impedidos de doar sangue em Minas Gerais. A informação foi confirmada pela Fundação Hemominas. A medida está em vigor desde a última semana.

Anteriormente, homens que tivessem tido relações sexuais com outros homens nos 12 meses anteriores não podiam doar sangue, porque este perfil estaria relacionado à possibilidade de contágio por doenças sexualmente transmissíveis (DST).

Segundo a Fundação, a medida foi tomada com base na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em maio, que considerou inconstitucional o impedimento à doação de sangue por homens que têm relação com outros homens, e a Lei Estadual 23.654, de junho deste ano.

“As restrições, normas, requisitos e os critérios para doação de sangue serão aplicados igualmente a todos os candidatos à doação de sangue, sem distinção discriminatória de cor, raça, orientação sexual, identidade de gênero, entre outros, avaliando-se justificadamente as condutas individuais visando à proteção da saúde pública”, disse a Hemominas.

Apesar de ter retirado a restrição, a Fundação informou que seguirá submetendo todos os candidatos à avaliação clínica.

Saiba quais são os critérios para doar sangue
– Estar em boas condições de saúde;
– Ter entre 16 e 69 anos (jovens de 16 e 17 anos e acima de 60 devem consultar as condições especiais );
– Pesar acima de 50 kg;
– Não estar em jejum. Pela manhã alimentar-se normalmente; após o almoço, aguardar 3 horas;
– Não apresentar sintomas gripais (febre, tosse, coriza, diarreia) nos últimos 30 dias.
– Em tempos de pandemia, para evitar aglomerações, a Hemominas lembra que é possível agendar a doação online.


error: Conteúdo bloqueado para cópia !!