sábado, 24 de fevereiro de 2024

Contato

Hospital de Sete Lagoas anuncia como serão aplicados recursos da união

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

Na tarde da última terça- feira (06/02) a Diretoria do Hospital Nossa Senhora das Graças recebeu (para uma Coletiva) a Imprensa e membros de instituições locais.

Além da Imprensa local, estiveram presentes, Vanessa Miranda (CDL), José Roberto (Presidente da ACI Sete Lagoas), funcionários e Gerentes de Setores do Hospital. 

O Diretor Geral, José Márcio Dumont e a Diretora Administrativa Financeira, Patricia Campos Nascimento, explicaram o processo até a publicação da Portaria que garantiu a ampliação dos recursos, quais as finalidades e expectativas da instituição, a partir de agora. 

Fizeram questão de destacar o empenho de toda a equipe do Hospital envolvida no processo, bem como da Federaminas e Secretaria de Saúde de Sete Lagoas. Empenho esse que viabilizou o aporte de 34 milhões/ano para área da saúde em Sete Lagoas, sendo 24 milhões destinados ao HNSG e 10 milhões destinados à Gestão Municipal de Sete Lagoas. 

Sem dúvida, um marco para a cidade e para a instituição e que neste neste primeiro momento vai trazer um alívio para o caixa, minimizando os impactos financeiros do hospital. 

A prioridade é dar atenção aos colaboradores, colocando em dia as questões trabalhistas como férias e fundo de garantia.

A notícia é animadora e otimista, mas é importante ressaltar, que não resolve todos problemas financeiros do hospital, que continuará o trabalho de equilibrar as contas, ao mesmo tempo em que busca o melhor atendimento à população.

O estudo para a solicitação do recurso foi baseado no período de 2019 a 2021. A  verba é um recurso Federal  destinado a recompor o caixa e cobrir o déficit do SUS. O Estado e o Município também precisam fazer a parte deles para equilibrar os custos. A equipe precisa continuar o estudo e enviar as informações periodicamente. O trabalho é contínuo. 

Patrícia Campos ressaltou que hoje, o HNSG opera em 90% para suprir a demanda do SUS na cidade, com médicos de qualidade e referência.

“Esta foi a melhor notícia profissional que tive. Muitos não acreditaram.  Mas nós que gerimos essa casa abençoada, em momento algum desistimos. Aumentaram o recurso da União que era deficitário. Com ele iremos melhorar o atendimento à população, trazer para o corpo clínico, médicos de outras especialidades.  Vamos começar a equilibrar o operacional para termos melhores receitas e uma equipe contínua.
Vamos aumentar o serviço e diminuir a fila do SUS de diversas especialidades que hoje não conseguimos trazer” . Explica Patrícia.
  
O próximo passo  é a assinatura do Contrato para o recebimento periódico do recurso.


A Diretora pediu o apoio da Imprensa e das instituições: “Precisamos de todos unidos para propagar boas notícias. Peço ajuda de vocês para enfatizar coisas boas.  Nossa maternidade, por exemplo,  é referência em Saúde no Brasil inteiro. Ganhamos prêmio em qualidade de água em Minas Gerais… Enfim, nos orgulhamos muito do que estamos construindo”, destacou.



O Diretor Geral destacou, ” O Hospital é da cidade e da região. Trabalhamos sempre com defasagem. Precisamos continuar com o empenho da sociedade, dos empresários  e da comunidade. Esse recurso que virá, é para recompor o que já está há muito tempo defasado. Estamos buscando equilíbrio, principalmente para dar a dignidade que os funcionários merecem . Não está ” chovendo dinheiro”.  A nossa preocupação é com a ponta, com as pessoas que batem na nossa porta todos os dias. Na cidade e região a referência em atendimento de saúde é aqui.  Nossos custos são muito altos. Temos trabalhado há décadas apenas com manutenções corretivas que são mais caras.  Agora poderemos trabalhar com manutenções preventivas, por exemplo, nos equipamentos clínicos. Temos 925  funcionários. Colocando em dia o pagamento de Tributos com FGTS e outros, vamos melhorar a vida destes trabalhadores. O que movimenta não só a vida pessoal, como a economia local,” frisou José Márcio. 

Perguntados sobre a relação Hospital x Prefeitura Municipal

 O município também está indo atrás de recursos para auxiliar o Hospital. A prefeitura também tem  se esforçado para enviar todos os recursos necessários que tem que ser enviados.  Mas eles também têm dificuldades de processos. Trâmites que são necessários. 
Temos embates, mas são embates para que os resultados sejam positivos para toda a comunidade.
 

Apoio da Igreja 


 O Bispo Dom Francisco Cota  é um religioso à frente do seu tempo,  com visão administrativa e que  tem se empenhado 100%.  Com isso ele ajudou demais a instituição. É um benfeitor que merece todo o nosso reconhecimento e gratidão. 

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.