Untitled Document
megamenu.js | Last responsive megamenu you'll ever need
jQuery Devrama Slider Demo
Prefeitos e lideranças retomam o Movimento contra o Pedágio na MG-424
Prefeitos e lideranças retomam o Movimento contra o Pedágio na MG-424
Da Redação
Por Dentro de Tudo
Publicada 14/06/2019

No final de maio, o Governo de Minas lançou o Programa de Concessões de Rodovias que engloba várias estradas do Estado, entre elas a MG-424. A retomada da licitação do lote desta rodovia acontecerá já no segundo semestre de 2019. O anúncio oficial da retomada pegou muitos de surpresa e, por isso, uma reunião foi realizada na noite desta quinta-feira (13), em Pedro Leopoldo, para mobilização contra o pedágio na região.

“Tivemos uma reunião onde participaram àqueles que sempre apoiaram essa batalha contra o pedágio em Pedro Leopoldo. Começaram a fazer movimentos de pautas na Assembleia que, de certa forma, politicamente é interessante. Mas no ponto ‘solucionático’ continuaremos abarcados pelos trabalhos realizados em 2018, quando através do trabalho do Procurador de Pedro Leopoldo, Cristiano Pereira, e com respaldo técnico do Engenheiro Rubens, contratado para dar laudo técnico, nos possibilitou uma prova material robusta que levou à suspensão do processo de concessão. O movimento de 2018 resultou em uma ação jurídica que barrou e ainda torna o Estado incapaz de implantar o pedágio. Toda a ajuda política será bem recebida, desde que o foco seja barrar a instalação do pedágio. É Importante ressaltar que o projeto apresentado pelo atual secretário de estado é o mesmo do ano passado”, postou o Prefeito Cristiano Marião, em sua página no Facebook.


A reunião contou com a presença de representantes de São José da Lapa e o apoio de Confins.


Onde começa e onde termina?

Conforme informado pelo Estado, a concessão terá 51 quilômetros de extensão, entre a MG-010 e a entrada de Sete Lagoas. Porém, do trevo da Precon até Sete Lagoas, trecho que necessita de reparos, são apenas 38 km, sem contar com os possíveis contornos viários de Matozinhos e Prudente de Morais, que precisarão ser construídos.

Concessão – Segundo o Governo de Minas, a requalificação da MG-424 é uma forma de atrair novos investimentos para diversos municípios da área central do Estado, além de possibilitar acesso mais rápido ao Aeroporto de Confins. Dentre outras intervenções, a licitação contemplará a construção dos contornos de Matozinhos e Prudente de Morais, cidades severamente afetadas pelo volume de carretas e veículos pesados que trafegam na região.

A licitação do trecho chegou a ser lançada em 2018, mas foi suspensa após uma série de manifestações com apoio político e popular envolvendo os moradores de Pedro Leopoldo, Confins e São José da Lapa.

Os detalhes do projeto, com os locais onde serão instaladas as praças de pedágio, ainda não foram divulgados.

Reportagem: Ronaldo Araújo.

 Documento sem título
Comentários