Untitled Document
FlexSlider 2
megamenu.js | Last responsive megamenu you'll ever need
jQuery Devrama Slider Demo
Sífilis: diagnóstico e tratamento são oferecidos gratuitamente pelo SUS
Sífilis: diagnóstico e tratamento são oferecidos gratuitamente pelo SUS
Da Redação
Publicada 13/01/2020

Muitas pessoas aproveitam o início do ano para definir metas e traçar as estratégias necessárias para atingi-las. Pensando em saúde, este é um momento propício para realizar avaliações médicas de rotina, atentando também para o teste rápido para sífilis. Com início da implantação na atenção básica em 2016, o exame ampliou o acesso da população ao diagnóstico da doença, caracterizada como uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST). Somente em 2019, foram realizados 729.090 testes rápidos para sífilis em Minas Gerais.

Tipos da doença

A sífilis pode ser adquirida por meio do ato sexual ou pelo contato com o sangue infectado, ou ser congênita, quando ocorre a transmissão da doença para o bebê durante a gravidez por falta de tratamento adequado.

Os sintomas variam de acordo com o estágio em que ela se encontra. Em sua primeira fase é caracterizada por uma úlcera, geralmente única, no local de entrada da bactéria (pênis, vulva, vagina, colo uterino, ânus e boca). Entre seis semanas e seis meses após a infecção começa a segunda fase. Nesse caso, podem ocorrer erupções cutâneas. A fase terciária se manifesta na forma de inflamação e destruição tecidual. Nesse caso, é comum o acometimento do sistema nervoso e cardiovascular.

Especificamente para a gestante, a detecção precoce da sífilis é essencial para evitar a transmissão vertical e consequentes má formações no feto. Se não tratada a tempo, a doença pode comprometer o sistema nervoso central, o sistema cardiovascular, aparelho respiratório e gastrointestinal, além de órgãos como olhos, pele e ossos.

Em 2019, foram registrados, em Minas Gerais, 8.235 casos de sífilis adquirida, 2.514 casos de sífilis em gestante e 1.336 casos de sífilis congênita. As notificações realizadas mostram maior concentração nos grandes centros urbanos, como Belo Horizonte, Uberaba, Juiz de Fora, Governador Valadares e Montes Claros.

A principal forma de prevenção da sífilis é utilizando o preservativo, seja ele masculino ou feminino, em todas as relações sexuais.

 

 Documento sem título
Documento sem título
Documento sem título
Buscas
jQuery Devrama Slider Demo