Untitled Document
FlexSlider 2
megamenu.js | Last responsive megamenu you'll ever need
jQuery Devrama Slider Demo
Preso e solto: Comerciantes se mobilizam para evitar novos arrombamentos em Pedro Leopoldo
Preso e solto: Comerciantes se mobilizam para evitar novos arrombamentos em Pedro Leopoldo
Da Redação
Publicada 13/01/2020

Comerciantes e lojistas de Pedro Leopoldo se mobilizam para chamar a atenção das autoridades de segurança e judicial quanto aos arrombamentos frequentes nos estabelecimentos. Segundo eles, o autor, que já foi identificado e preso inúmeras vezes, continua agindo tranquilamente.

“Queremos que isso acabe, e que esse cidadão responda pelos seus atos. Estamos mobilizando, vamos criar um grupo e fazer um encontro envolvendo os lojistas e as autoridades”, disse Flávio, dono do Restaurante Adelso, que também foi alvo do ladrão no final de 2019.

O ladrão, que é morador de Capim Branco, tem passagens por dano, violação de domicílio, receptação e furto, que é a sua prática mais comum. No total, segundo a polícia, foram registradas até o momento 19 ocorrências deste indivíduo, várias delas com prisões em flagrante ou reconhecimento por câmeras de segurança.

Preso e solto!

Somente na semana passa, pelo menos quatro estabelecimentos foram alvos deste indivíduo, que foi preso uma vez pela Polícia Militar, mas acabou voltando às ruas. Na madrugada deste domingo (12), outros dois arrombamentos foram registrados na região central da cidade, sendo em uma academia (alvo na semana passada do ladrão) e em uma clínica veterinária.

Conforme a Lei, a pena para quem comete crimes no Artigo 155 (furto) é de reclusão, de um a quatro anos, e multa. A punição aumenta ainda mais se o crime for praticado durante o período noturno. Se o autor destruir ou romper algo para subtrair, passa a ser furto qualificado, aumentando a pena para até oito anos.

“Aí vem uma série de perguntas: por que este autor não permanece preso? Essa é a resposta que as vítimas querem saber. Por isso o encontro será agendado na semana que vem, em Pedro Leopoldo”, finalizou Flávio.

O encontro será realizado na Associação Comercial, mas a data e o horário ainda não foram definidos. Mais informações: (31) 3660-2884.

Conforme apurado, dois ofícios pedindo providências quanto a esse cidadão já foram entregues ao Ministério Público de Pedro Leopoldo. Um deles foi elaborado por Flávio do Adelso e o Dr. Flávio Toledo, Presidente da OAB da cidade, quando narraram os arrombamentos e anexaram imagens dos crimes.

Reportagem: Ronaldo Araújo. 

 Documento sem título
Documento sem título
Documento sem título
Buscas
jQuery Devrama Slider Demo