Untitled Document
Buscas
jQuery Devrama Slider Demo
Servidores estaduais da Educação entram em greve
Servidores estaduais da Educação entram em greve
Da Redação
Por Dentro de Tudo
Publicada 12/03/2018

Servidores estaduais da Educação iniciaram uma greve na quinta-feira (08), informou o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE-MG). Várias escolas de BH e na região metropolitana aderiram ao movimento.

Em Matozinhos, os professores do período da tarde do Colégio Bento Gonçalves entraram em greve. Já os profissionais da manhã vão se reunir para decidir se aderem ou não. Na Escola Visconde do Rio das Velhas somente os professores do turno noturno estão em greve. Já na Escola Estadual Hermelita Soares Horta está tendo aula normal.  

De acordo com a categoria, o movimento começou porque o governo não cumpriu acordos assinados e o pagamento do piso salarial. A categoria também pede o fim do parcelamento dos salários e do 13º e um atendimento de qualidade pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg).

A assessoria de imprensa do Sind-UTE-MG informou que oito carreiras entraram em greve, como professores, diretores, supervisores e cantineiras, por exemplo.

Em nota, a SEE-MG informou que foi notificada oficialmente pelo sindicato sobre a paralisação da categoria. Em relação às reivindicações a pasta disse que o governo está empenhado em cumprir o acordo assinado com a categoria em 2015.


Greve em outras cidades

Em Pedro Leopoldo, Servidores da rede estadual de educação iniciaram greve por tempo indeterminado. O Colégio Imaculada Conceição foi um das escolas que aderiram à greve.

Reportagem: Ronaldo Araújo.

 Documento sem título
Comentários