Untitled Document
Buscas
jQuery Devrama Slider Demo
Clube dos Desbravadores Ipê Amarelo percorrem trilhas do Parque Ecológico do Barrocão em Matozinhos
Clube dos Desbravadores Ipê Amarelo percorrem trilhas do Parque Ecológico do Barrocão em Matozinhos
Por Ronaldo Araújo
Repórter
Publicado 11/07/2018

No último domingo (08), membros do Clube dos Desbravadores Ipê Amarelo de Matozinhos participaram de uma caminhada no Parque Ecológico Municipal do Barrocão, localizado no bairro São Paulo. O grupo percorreu as trilhas para conhecer o espaço e sua vegetação. O obejtivo, num futuro próximo, é abrir as trilhas para visita monitorada de educação ambiental e divulgação do parque, sempre na luta pela sua implantação.

Segundo Procópio de Castro, membro do Conselho do Parque do Barrocão, no futuro o parque terá uma estrutura voltada para a Cultura. “Projetamos para que tenha um calçadão na Rua Florestal com mirantes e bancos para apreciação da paisagem e seu belíssimo Por do Sol. Haverá trilhas, parque infantil, quadra de esportes, mirantes e um prédio multiuso para cursos, eventos culturais, shows e exposições. Sonhar com este espaço de lazer para a cidade é parte da construção da realidade. São estas ações que a tornam possíveis. É importante que todos entendam que o Parque é para toda a comunidade de Matozinhos”, explicou.

Mais sobre o Parque – O Parque Ecológico do Barrocão foi criado através da Lei Municipal 2268 de 11 de novembro de 2014 com o objetivo de ser uma área de lazer, educação ambiental, práticas de esportes e melhoria da qualidade de vida da população de Matozinhos. A área tem 13,4 hectares e fica localizada no bairro São Paulo. O local possui vegetação com biomas de mata atlântica e do cerrado, formando belíssima paisagem.

Diversas ações têm sido desenvolvidas no parque visando a sua divulgação e efetivação. Um exemplo disso é a recuperação ambiental com o plantio de mudas nativas. Cerca de 300 pessoas já participaram das ações e mais de 600 mudas já foram plantadas.

Reportagem: Ronaldo Araújo – Fotos: Procópio de Castro.

 Documento sem título
Comentários