fbpx
sexta-feira, 14 de junho de 2024

Contato

Investigadora da Polícia Civil é suspeita de matar cunhado em Sete Lagoas

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

Uma investigadora da Polícia Civil é suspeita de matar o cunhado, após a família ser ameaçada, na tarde deste domingo (26), no bairro São Francisco, em Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais. 

Um homem, de 47 anos, que seria um dos irmãos do companheiro da policial, recebeu um tiro e morreu no local. Ele portava duas facas e estava ameaçando de morte a mãe e os irmãos. 

De acordo com boletim de ocorrência, foi a própria investigadora que acionou a Polícia Militar, por meio do 190. 

Ela foi encaminhada para a delegacia regional onde foi ouvida. A investigadora afirmou que pediu ao cunhado, que tem histórico de alcoolismo e de outras ameças à família, que soltasse as facas, mas o homem partiu para cima dela e dos outros familiares. 

Neste momento, ela sacou um revólver calibre 357, que estava dentro da sua bolsa, e atirou uma vez.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada para atendimento e atestou o óbito do cunhado dela.

Por meio de nota, a Polícia Civil afirma que deslocou a perícia oficial ao local do fato para realizar os trabalhos de praxe. 

“O corpo da vítima, homem de 47 anos, foi encaminhado ao Posto Médico-legal para ser submetido a exames. A PCMG esclarece que os procedimentos estão em andamento. Tão logo seja possível, outras informações serão divulgadas”

Fonte: Globo Minas.

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.