Minas Consciente: Região Central e RMBH avança para Onda Amarela e amplia flexibilização

 Minas Consciente: Região Central e RMBH avança para Onda Amarela e amplia flexibilização
Anuncie no Por Dentro de Tudo

A partir deste sábado (29), as cidades da região central de Minas Gerais que aderiram ao Minas Consciente vão poder abrir estabelecimentos como bares (para consumo no local), autoescola, salões de beleza, papelarias, lojas de móveis e lojas de roupas. A decisão foi tomada pelo Comitê Extraordinário Covid-19.

Há duas semanas, o governo já avaliava a possibilidade, mas os indicadores não eram favoráveis. O governo passou a considerar os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) particulares na conta e isso melhorou o cenário. “A soma dos leitos privados chega a 700 leitos de UTI, isso dá um reforço muito grande nesse processo dos indicadores de leitos disponíveis e, com isso, é possível esse avanço de ondas”, explicou Passalio.

As cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte estão na macrorregião Central do programa. Entre as cidades da Grande BH que aderiram ao “Minas Consciente” estão Betim, Nova Lima, Raposos e Ribeirão das Neves.

O número de mineiros que já morreram em decorrência da Covid-19 passou de 5 mil nesta quinta-feira (27). De acordo com o último balanço da SES-MG, divulgado nesta manhã, Minas Gerais tem mais de 205 mil casos confirmados de coronavírus.


error: Conteúdo bloqueado para cópia !!