fbpx
sexta-feira, 14 de junho de 2024

Contato

Ministro quer ‘compartilhamento de ferrovias’ da Vale como solução para retirar carretas com minério da BR-040

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD-MG), diz que é possível retirar carretas carregadas de minério das BRs 040 e 356. Segundo ele, a ampliação do uso do modal ferroviário é a saída para diminuir o fluxo de caminhões nas rodovias e, assim, frear o número de acidentes de trânsito. As estradas servem para escoar materiais extraídos do Quadrilátero Ferrífero, na Região Central de Minas Gerais.

Nesta segunda-feira (20), em entrevista à Itatiaia, Silveira defendeu a utilização da ferrovia Vitória-Minas, da Vale. 

“Tenho dialogado com os presidentes da Vale e da MRS. É relativamente simples (retirar os caminhões das rodovias). Falta boa vontade, disposição e compreensão de que essas carretas, além de aumentarem o custo Brasil, porque estragam nossas estradas, aumentam, e muito, o volume de acidentes. Basta que haja uma compatibilização do compartilhamento das ferrovias já existentes — em especial, a ferrovia da Vale, Vitória-Minas, que se encontra com boa parte de sua capacidade ociosa”, afirmou.

Na semana passada, prefeitos se reuniram para articular uma proposta capaz de retirar os veículos pesados das BRs 040 e 356. Lideranças da Região Central do estado estimam que, ao dia, cerca de 1,3 mil veículos pesados passam pela 040. 

“Basta que haja algumas adaptações nos terminais (ferroviários) para que os demais mineradores, em especial do quadrilátero ferrífero, possam compartilhar as estruturas e, assim, diminuir o volume de carretas nas rodovias da Região Metropolitana. (São) rodovias muito impactadas pelo alto tráfego das mineradoras”, defendeu Silveira.

O número de acidentes na BR-040 ampliou a quantidade de vozes participantes do debate sobre a saída das carretas da via. O traçado antigo da pista é um dos pontos de atenção.

“Estou muito otimista de que vamos conseguir, em curto período de prazo, compartilhar essas estruturas a fim de diminuir o trânsito dessas carretas”, projetou o ministro de Minas e Energia.

Fonte: Itatiaia.

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.