Museus, bibliotecas e unidades de conservação ganham novas regras para reabertura no Minas Consciente

 Museus, bibliotecas e unidades de conservação ganham novas regras para reabertura no Minas Consciente
Anuncie no Por Dentro de Tudo

Museus, galerias, bibliotecas, parques e unidades de conservação ganharam regras específicas para reabertura na chamada “onda amarela”, do programa de flexibilização do governo estadual, Minas Consciente. A informação foi divulgada pelo governo do estado nesta quarta-feira (9), mas vale a partir do próximo sábado (12).

Segundo o governo estadual, 622 municípios mineiros aderiram ao plano Minas Consciente, o que corresponde a 73% do estado.

Das cidades com menos de 30 mil habitantes, 435 apresentaram menos de 50 casos por 100 mil habitantes na última quinzena e podem avançar automaticamente para a fase amarela, em que serviços não essenciais de baixo e médio risco de contágio pelo coronavírus podem funcionar.

As macrorregiões Centro, Vale do Aço, Jequitinhonha, Leste, Oeste, Sul, Centro-Sul, Sudeste e Leste do Sul estão na onda amarela. Duas macrorregiões estão na onda verde, em que a flexibilização é maior. São elas: Triângulo do Sul e Norte.

Neste protocolo de atrativos culturais ainda não entram negócios, congressos, feiras e
shows. Segundo o governo do estado, estas atividades ainda estão com protocolo em fase de formulação.


error: Conteúdo bloqueado para cópia !!