sábado, 13 de abril de 2024

Contato

Presos e torturados pelo regime militar fazem ato contra ditadura em Belo Horizonte: ‘Para a história não se repetir’

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

Manifestantes realizaram um protesto contra a ditadura, no Centro de Belo Horizonte, na tarde desta segunda-feira (1º). O ato lembrou os 60 anos do golpe militar de 1964 e reuniu pessoas que foram presas, torturadas e perseguidas pelo regime. 

“A gente precisa estar sempre relembrando o que aconteceu para a história não se repetir”, disse a aposentada Maria Inês Pedrosa Narras, que teve dois irmãos presos durante a ditadura.

O médico Elson Violante estava chegando em casa, no Rio de Janeiro, depois de um dia de plantão, quando foi capturado, em 1974. Ele ficou detido e sob tortura por 58 dias. 

“Lá é um inferno. Você não tem direito a nada, e eles podem tudo. Tortura, pancadaria, choque elétrico”, contou.

No protesto, realizado em frente ao antigo prédio do Departamento de Ordem Política e Social (Dops), os manifestantes cobraram a punição de agentes da ditadura e também dos golpistas que atacaram as sedes dos Três Poderes, em Brasília, em 8 de janeiro de 2023.

Fonte: Globo Minas.

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.