Programa de formação política para mulheres abre inscrição para 2022

 Programa de formação política para mulheres abre inscrição para 2022
Anuncie no Por Dentro de Tudo

Estão abertas até 5 de novembro as inscrições para o Lidera +, um curso gratuito de formação política exclusivo para mulheres, que tem como objetivo contribuir com a ampliação das suas capacidades para construírem candidaturas planejadas, viáveis, competitivas, fortalecidas e preparadas para todos os tipos de barreiras e desafios enfrentados justamente por ser mulher na política. O programa é uma iniciativa da Secretaria Nacional da Mulher do Solidariedade em parceria com a Fundação 1º de Maio, com organização de Loreny Caetano — Secretária da Mulher e Laiz Soares, presidente municipal do Solidariedade em Divinópolis, Minas Gerais. As inscrições devem ser realizadas unicamente pelo link do programa.

Ao todo, serão cem vagas disponíveis e, para participar, as candidatas devem ter engajamento político social expressivo em sua comunidade, ter perfil ético e transparente, não possuir impedimentos eletivos conforme a lei da Ficha Limpa e desejo de se candidatar nas eleições de 2022.

No curso serão abordados temas como conceitos de política, como planejar uma campanha, como montar uma equipe de trabalho, técnicas de planejamento e gestão de projetos, além de desenvolver habilidades de liderança e comunicação de forma conceitual e também exercícios práticos. Também serão abordadas a gestão das redes sociais e a gestão orçamentária, além de questões legais e jurídicas que as mulheres precisam saber para as suas campanhas.

Nesta edição, o Lidera+ ocorrerá entre fevereiro e abril de 2022 em formato híbrido, por meio da plataforma de cursos EAD da Fundação 1º de Maio e encontros presenciais, que podem ocorrer em São Paulo e Brasília. O programa de capacitação é gratuito, incluindo despesas de alimentação, transporte e hospedagem para os módulos presenciais.

“Sendo candidata a prefeita em Taubaté, senti na pele todos os desafios enfrentados por ser mulher na política. Situações de violência política de gênero afastam cada vez mais as mulheres da política. Por isso, trabalhamos para colocar no Lidera + todas as estratégias possíveis para facilitar e potencializar as candidaturas femininas, como discutir com qualidade o orçamento e o gasto público, tema pelo qual eu trabalho muito. Além disso, vamos ter ferramentas de comunicação, ferramentas de campanha criativa e planejada num conteúdo muito rico preparado pela Laíz”, afirma Loreny.

Para Laiz Soares, que é formada em relações internacionais pela PUC Minas e com forte atuação em liderança de projetos no setor privado e no Congresso Nacional, a segunda edição do Lidera+ renderá muitos bons frutos.

“Em 2022, esperamos eleger ainda mais mulheres para atuarem no setor público. Já avançamos bastante, mas a caminhada para alcançarmos a igualdade de gêneros, principalmente na política, ainda é muito grande e o Lidera é essencial para chegarmos lá”, declara Laiz.

A Secretaria da Mulher está montando essa edição com objetivo de facilitar a trajetória das mulheres na política, que não é nada fácil.

“Queremos que, de fato, essas mulheres possam ser aceleradas e bem desenvolvidas para estarem prontas para inovar e serem criativas para fazerem suas campanhas competitivas e com chances reais de eleição”, diz Loreny.

De acordo com Laiz Soares, o maior objetivo é entregar para as mulheres um facilitador com toda experiência que eu tenho na política para minimizar problemas e encurtar o longo caminho que elas enfrentarão ao longo de suas trajetórias.


error: Conteúdo bloqueado para cópia !!