Sete Lagoas incorpora leitos da COVID ao sistema de Urgência e Emergência

 Sete Lagoas incorpora leitos da COVID ao sistema de Urgência e Emergência
Anuncie no Por Dentro de Tudo

Sete Lagoas, na Região Central do estado, vai incorporar os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que foram utilizados para receber pacientes acometidos pela COVID-19, à Rede Assistencial de Urgência e Emergência do município. A ação foi confirmada pelo governo de Minas no início desta semana.

O Hospital Municipal de Sete Lagoas, com essa ação, terá mais 10 leitos de atendimentos gerais, chegando ao total de 20 leitos.

Antes da pandemia, a principal unidade do SUS de Urgência e Emergência para 35 municípios, contava com 10 leitos de tratamento intensivo. Durante o processo de aparelhamento para atender à demanda, foram abertos outros 30, do mesmo nível, apenas para pacientes em situação grave provocada pela COVID-19.

Com o avanço da vacinação e, consequentemente, queda dos índices nos números de casos confirmados, internações e óbitos, o próprio Estado iniciou o processo de desmobilização dos leitos exclusivos.

Com isso, a prefeitura – por meio da Secretaria Municipal de Saúde – solicitou à Comissão Intergestores Bipartite do SUS do Estado de Minas Gerais (CIB SUS/MG) a revisão do pleito de incentivo federal para a disponibilização dos leitos para atendimentos diversos.

“Esta é uma grande conquista. Este credenciamento pelo Estado é o reconhecimento por nossas ações responsáveis no combate à pandemia. Reforçamos a estrutura de atendimento do nosso hospital e isso resultou em uma estrutura perene, que vai salvar muitas vidas”, comentou o prefeito Duílio de Castro (Patriota).

Mais um tomógrafo

Além do reforço para o atendimento de alta complexidade, o Hospital Municipal também ganhará um novo tomógrafo por meio do investimento de mais de R$ 1,5 milhão.

“Fizemos um plano de ação, pensando em deixar um legado para Sete Lagoas com a Assistência COVID, e hoje conseguimos concretizar com a transformação dos leitos em UTI geral. Aproveitando toda estrutura preparada na unidade, ainda pleiteamos o tomógrafo e esta foi outra conquista importante. Agora teremos mais segurança porque serão dois tomógrafos no hospital”, explicou o secretário municipal de Saúde, Flávio Pimenta.

O Hospital Municipal de Sete Lagoas atualmente é credenciado como Hospital Geral Tipo II e é a única referência de trauma, politrauma e AVC de uma demanda pré-estabelecida para 35 municípios pactuados na região polo Sete Lagoas/Curvelo. A cobertura de atendimento é de aproximadamente 424 mil habitantes.


error: Conteúdo bloqueado para cópia !!