sábado, 13 de abril de 2024

Contato

Sete Lagoas sediou o I Congresso Nacional Fortalecendo Mulheres para Ação

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

Encerrando as ações em homenagem ao mês das mulheres, a Associação de Apoio às Mulheres de Sete Lagoas (AAMSL), em parceria com a Secretaria Municipal da Mulher e a coach Shirley Santana, realizou o I Congresso Nacional Fortalecendo Mulheres para Ação, no último sábado, 23 de março. O evento, realizado no Clube Oásis de Sete Lagoas, no bairro Planalto, contou com homenagens, palestras, roda de conversa, feira de artesanato, esporte, gastronomia, maquiagem e entretenimento.

De acordo com Karine Araújo, secretária municipal da Mulher, o objetivo do congresso foi trazer as mulheres para o foco, com o encerramento em grande estilo de diversas ações realizadas ao longo do mês de março, colocando a mulher no centro das tomadas de decisão, profissionalizando as mulheres, para que elas consigam se estabelecer no mercado de trabalho”, afirmou.

A palestrante Isabella Pedersoli lembrou que é preciso conhecer a Lei Maria da Penha para que a mulher possa exigir seus direitos e saber como buscar ajuda. “O último dado que muito nos assustou a respeito da Lei Maria da Penha é que apenas 20% das mulheres a conhecem de fato. Para nos resguardarmos dos nossos direitos, abandonar ambientes violentos e se reconhecer enquanto vítima de violência, precisamos conhecer nossos direitos, saber onde procurar ajuda e as diferentes formas de violência, que não é só a física”, explicou Isabella, que também é presidente da Comissão de Violência Contra a Mulher da OAB/MG.

Representando o prefeito Duílio de Castro, o vice-prefeito Dr. Euro de Andrade lembrou da criação da Secretaria Municipal da Mulher e falou da importância da mulher na sociedade. “Ao criarmos o Conselho Municipal da Mulher e a Secretaria da Mulher, vocês podem ver o quanto valorizamos vocês. As mulheres estão mais do que empoderadas, estão em igualdade no comércio e em várias áreas já ocupam mais lugares que os homens. Na Medicina, que é minha área, quando entrei eram 90% homens, hoje são 60% mulheres. É uma responsabilidade muito grande também, pois não basta só conquistar seu espaço, é preciso mantê-lo. Parabéns pelo evento e contem com nosso apoio para tudo o que precisarem”, finalizou o vice-prefeito.

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.