SETE LAGOAS: Serviço de Atenção Especializada realiza testes de HIV em horário ampliado nas terças de dezembro

 SETE LAGOAS: Serviço de Atenção Especializada realiza testes de HIV em horário ampliado nas terças de dezembro
Anuncie no Por Dentro de Tudo

No dia 1º de dezembro é comemorado o Dia Mundial da Luta Contra a Aids. O Serviço de Atenção Especializada de Sete Lagoas, que atualmente funciona no antigo prédio do SAMU, na Chácara do Paiva, celebra a data durante todas as terças-feiras do mês de dezembro, com atendimento ampliado para testes gratuitos de HIV, de 07h às 19h30. A unidade atende a mais 34 municípios da região com as principais infecções sexualmente transmissíveis, como HIV, Hepatite e Sífilis.

Somente em Sete Lagoas em 2018 foram registrados 62 novos casos de HIV (e outros 57 nas cidades da região). Em 2019 este número aumentou para 71 novos casos na cidade (além de outros 70 casos nos municípios da região). Em 2020, foram registrados 41 casos (mais 63 contaminações nos municípios vizinhos). Já em 2021, até o momento, foram 67 casos confirmados em Sete Lagoas e 78 na região, o que mostra um aumento considerável nas contaminações por Aids.

“A pandemia prejudicou o diagnóstico de novos casos. O número de testes rápidos foi reduzido, já que as pessoas não saíram de casa”, afirma a coordenadora do SAE, Júnia França, que faz parte do Programa Municipal IST/AIDS desde 2001. Para ela, não há mais que se falar em grupo de risco quando o assunto é a Aids. “Qualquer pessoa, de qualquer gênero, se não usa o preservativo e não se cuida, está passível a se contaminar com o HIV. Houve uma época em que as profissionais do sexo e os homossexuais se protegiam muito mais do que a população em geral. Hoje, infelizmente, os novos casos estão aparecendo em jovens de 15 a 29 anos. Eles acham que nada acontece com eles e não usam camisinha”, lamenta.

Atendimento
Ao chegar ao serviço, é feito o atendimento inicial. Basta um documento de identidade para que o teste de sangue possa ser feito. Em 15 minutos, sai o resultado. Profissionais das áreas de assistência social, psicologia, enfermaria e farmácia fazem o acolhimento e tiram todas as dúvidas. O atendimento psicológico foca na auto-aceitação do paciente, evitando quadros de ansiedade e até depressão, comuns em soro-positivos.

Tratamento
Hoje o tratamento para Aids não necessita mais de grandes quantidades de medicamentos, como era no passado. Os soro-positivos podem levar uma vida relativamente normal, com baixa carga viral, com apenas dois comprimidos diários. Isso, porém, pode contribuir para o aumento de novos casos da doença. “Pelo tratamento hoje ser fácil, eficiente e gratuito, as pessoas hoje não têm mais tanto medo de contrair o HIV”, diz Júnia França.

Muitos não sabem, inclusive, que o Hospital Municipal de Sete Lagoas possui um serviço de atendimento emergencial em caso de relações sexuais de risco. Os casos em que a pessoa deve procurar o Hospital Municipal são: vítimas de violência sexual, relações sexuais desprotegidas e profissionais de saúde ou outras áreas que podem sofrer acidentes com materiais perfurocortantes e que tenham contato com fluidos e sangue de outras pessoas. Tanto no Serviço de Atenção Especializada quanto nos postos de saúde do Município é possível adquirir gratuitamente o seu preservativo, se proteger e proteger quem você ama. A prevenção, além de ser o melhor remédio, é também uma prova de amor.

Serviço
SAE – Rua Itália Pontelo, 41, Chácara do Paiva
Funcionamento:
Segunda a sexta, 07h às 17h
Teste rápido: 07h às 16h
Terças de dezembro: 07h às 19h30
Telefone: (31) 3771-1478


error: Conteúdo bloqueado para cópia !!