Zema garante manter buscas pelos últimos seis desaparecidos na tragédia de Brumadinho

As buscas para localizar as últimas seis vítimas da tragédia de Brumadinho seguirão até que todos os corpos sejam encontrados, afirmou o governador Romeu Zema (Novo) nas redes sociais. Nesta terça-feira (25), o rompimento da barragem da Vale completa três anos.

O mar de lama tirou a vida de 272 pessoas na mina Córrego do Feijão, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. “Desde os primeiros momentos, seguimos ao lado das famílias na busca das vítimas e vamos continuar até encontrar as 6 joias ainda desaparecidas”, publicou o gestor.

Há 3 anos, perdemos 272 vidas na tragédia provocada pelo rompimento da barragem em Brumadinho. Desde os primeiros momentos, seguimos ao lado das famílias na busca das vítimas e vamos continuar até encontrar as 6 joias ainda desaparecidas. #NuncaEsqueceremosBrumadinho

— Romeu Zema (@RomeuZema) January 25, 2022

Ao Hoje em Dia, o tenente Ricardo Torrezani, do Corpo de Bombeiros, detalhou as técnicas de busca utilizadas pelos militares e anunciou o início da “estratégia 8” nas buscas, com utilização de maquinário pesado.

“(A estratégia) consiste em grandes peneiras, que realizarão a separação do rejeito fino do rejeito grosso. O rejeito grosso, que é de interesse, passará por várias esteiras que serão vistoriadas pelo Corpo de Bombeiros”, explica.

Veja o vídeo:

Leia mais:
Três anos após tragédia, uso de antidepressivos e tentativas de suicídio disparam em Brumadinho
Bombeiros reforçam compromisso de encontrar vítimas desaparecidas 3 anos após tragédia de Brumadinho
Processo criminal da tragédia em Brumadinho pode voltar à estaca zero

Outras notícias:

Publicidade

Previous
Next