quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Contato

Polícia Civil conclui inquérito sobre morte de bebê em Lagoa Santa; pai da criança é preso

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu em Lagoa Santa, na tarde da última sexta-feira (2), um mandado de prisão preventiva contra um homem, de 19 anos. Ele é suspeito de ter matado o próprio filho, de apenas quatro meses.

No dia 28 de janeiro, o investigado foi autuado em flagrante por homicídio culposo, ou seja, sem a intenção de matar. Na ocasião, o homem alegou que teria fornecido a mamadeira para o filho, no quarto do bebê, por volta de 8h, tendo se dirigido à sala da casa para mexer no celular e acabou dormindo. Disse, ainda, que quando acordou encontrou o bebê já sem respiração, alegando que a criança poderia ter engasgado com o leite.

A vítima foi levada para unidade hospitalar, onde foi constatada a morte. Posteriormente, o laudo do Instituto Médico-Legal constatou lesões externas na cabeça da criança e hematoma agudo, ou seja, lesão causada por traumatismo contuso produzido por um objeto contundente, descartando a hipótese de engasgamento por leite.

“Com o resultado do laudo médico-pericial, em total desacordo com o depoimento do investigado colhido em sede policial, representamos pela prisão preventiva do suspeito, que foi decretada pelo Poder Judiciário”, relatou o delegado Flávio Teymeny.

Após o cumprimento da ordem judicial, o investigado foi encaminhado ao sistema prisional, ficando à disposição da Justiça. O inquérito policial continua em andamento.

Informações: Polícia Civil de Minas Gerais

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.