fbpx
sexta-feira, 14 de junho de 2024

Contato

Aeroporto de Confins tem 3 pontos de coleta de doações para pessoas atingidas pelas chuvas no Rio Grande do Sul

Por Dentro De Tudo:

Compartilhe

Três pontos de coleta instalados no BH Airport já estão recebendo doações destinadas às vítimas das fortes chuvas no Rio Grande do Sul. A população que mora nas cidades no entorno do aeroporto, passageiros e colaboradores que vão circular pelo terminal nos próximos dias e outros interessados em ajudar poderão levar suas contribuições, que serão transportadas para as cidades atingidas pela companhia Azul Linhas Aéreas.

Os pontos de coleta ficam próximos aos check-ins 1, da Azul; outro ao lado do guichê de informações na entrada do saguão do aeroporto e um no canal de inspeção, na sala de embarque doméstico. Os donativos recebidos até sexta-feira (10) são: alimentos não perecíveis, água mineral, materiais de higiene pessoal, roupas, ração para gato e cachorro, cobertores, travesseiros, brinquedos, fraldas, roupas íntimas e absorventes.

Por conta das restrições do transporte aéreo não serão recebidos produtos de limpeza que contenham alvejantes ou que sejam corrosivos; produtos inflamáveis como álcool 70%; óleo de cozinha; botijão de gás; lamparina e velas.

Mais de 30 mil passageiros circulam por dia pelo aeroporto e mais de 6 mil pessoas trabalham no terminal. O objetivo é sensibilizar e estimular essas pessoas a serem solidárias, além de facilitar a contribuição de quem está em trânsito no terminal.

Segundo o diretor-presidente do BH Airport, Daniel Miranda, os colaboradores do aeroporto já foram incentivados a participarem da arrecadação e, agora, o convite é estendido a toda população.

“O Rio Grande do Sul precisa da ajuda de todos nós e, por isso, convidamos os viajantes que passarão pelo BH Airport nos próximos dias e as pessoas que moram no entorno: tragam suas contribuições. Um pouco que cada um doa, ganha volume e, com certeza, fará toda a diferença na vida das famílias que vivem essa tragédia histórica e dolorosa. Conectamos tantas vezes passageiros que desfrutaram das belezas naturais desse Estado, agora é tempo de levar solidariedade e um pouco de esperança”, afirma o diretor-presidente do BH Airport, Daniel Miranda.

Encontre uma reportagem

Aprimoramos sua experiência de navegação em nosso site por meio do uso de cookies e outras tecnologias, em conformidade com a Política de Privacidade.