Empreendedor digital: conheça os erros mais cometidos por iniciantes

A pandemia do novo Coronavírus acelerou a adaptação das empresas ao mundo digital. Empreendedores de diferentes segmentos e negócios de variados tamanhos tiveram que entender melhor o novo mercado concentrado nas vendas online. Afinal, muitas empresas passaram a depender exclusivamente desse serviço. No entanto, nem todas estavam prontas para isso e muitas cometeram erros nessa jornada digital.

Sua empresa não está recebendo muito retorno na divulgação do seu negócio online? Quer começar a empreender no digital, mas não sabe por onde começar? Pensando nesse cenário, elaboramos algumas dicas que mostram os erros mais comuns que os empreendedores digitais cometem logo no início. Veja abaixo o que não é saudável para o seu negócio!

Não conhecer sua audiência

O primeiro erro que alguns empreendedores cometem ao entrar no mercado digital é não conhecer o público que deseja atingir, seu potencial cliente ou quem já engaja com a sua marca.

Toda estratégia de marketing digital inicia com um estudo do público-alvo. Nessa etapa, são levantadas informações como idade, sexo, profissão, poder aquisitivo, classe social, interesses, hábitos de consumo, localização e etc.

Com base nessas informações, é possível identificar quais são as redes sociais que o seu público é mais ativo, os hábitos online e o melhor caminho para iniciar uma comunicação. Contudo, dentro dessa pesquisa é possível encontrar diversos perfis. No entanto, para desenvolver uma campanha mais assertiva, é fundamental concentrar-se na pesquisa da persona da sua empresa.

Não ter personas definidas

Persona é a representação fictícia do seu público-alvo, ou seja, um personagem com características, atitudes, personalidade e dores. É a personificação de uma pessoa que representa o perfil identificado dentro do seu público-alvo. Muitos empreendedores deixam essa etapa de lado e na hora de criar uma campanha os resultados nem sempre saem como esperado.

Com as personas definidas, fica mais fácil criar um conteúdo personalizado que converse com os potenciais clientes. Quando o profissional desenvolve a persona, ele descobre toda a jornada de compra do cliente e suas dores. Dessa forma, é possível entender qual o melhor momento para apresentar o produto ou serviço como solução para essa persona.

É importante destacar que a falta de entendimento do público-alvo e sem a definição de personas as campanhas ficam sem consistência e mal segmentadas.

Não criar uma estratégia consistente

Uma estratégia consistente envolve saber o que comunicar, para quem comunicar e onde comunicar. Muitos empreendedores iniciantes cometem o erro de criar perfis em todas as redes sociais e – a não ser que você tenha uma grande equipe para cuidar de cada uma delas – uma hora alguma ficará de lado e isso não é saudável para a sua marca.

Outro ponto importante para uma estratégia consistente é ter um planejamento e segui-lo. Defina o tipo de conteúdo, a frequência que será postado, os objetivos e como mensurá-los. Com algumas metas micro e macro, é possível manter o foco.

Não estabelecer metas

A falta de metas contribui para perda do foco e posteriormente o desânimo. É importante ter uma meta macro e algumas pequenas divididas em tarefas para mensurar em menos tempo.

Crie metas de curto, médio e longo prazo e tenha tarefas no dia a dia para que suas metas sejam alcançadas com sucesso.

Não captar leads

Leads são potenciais clientes que em algum momento interagiram com a sua marca. É importante criar uma estratégia para coletar pelo menos o e-mail dessas pessoas. Com essa base de dados é possível criar campanhas direcionadas para que eles continuem interagindo de acordo com os objetivos de cada campanha.

A captação de leads orienta também a equipe de vendas em um processo mais ativo no planejamento, pois um lead qualificado otimiza as etapas anteriores adotadas pelo time. É como se fosse uma peneira separando quem de fato tem interesse na sua marca.

Não analisar a concorrência

Outro erro comum é não analisar a concorrência. Empresas consolidadas já erraram bastante e se hoje utilizam uma metodologia é porque deu certo.

Não perca tempo tentando reinventar a roda, não existe problema nenhum em se espelhar nos concorrentes. Não é copiar, mas adaptar aos seus objetivos, produtos e à sua identidade.

Não separar as finanças pessoais da empresa

Quando começamos um negócio, é importante ter uma conta para a empresa separada da conta pessoal. Muitos empreendedores misturam as contas e não sabem de fato quanto a empresa está lucrando ou perdendo.

Separar as finanças é importante para controlar a saúde financeira da empresa, pois existem as despesas, os investimentos e o lucro. O ideal é definir um valor de salário mensal e registrar como despesas fixas.

O lucro é ideal para fazer novos investimentos na medida que a companhia cresce.

Não investir e consumir muita informação

É comum encontrar muitos conteúdos na internet sobre como fazer o seu negócio online bombar. Entretanto, a maioria acaba consumindo muitas informações sem se aprofundar de fato em alguma coisa.

Escolha um curso ou uma mentoria que seja referência e, na medida em que aprender, aplique no seu negócio. Não espere muito tempo!  E lembre-se de mensurar os resultados.

É importante anotar: tempo é essencial para um negócio, por isso  a prática leva a perfeição. Portanto, é comum ver o seu negócio evoluindo com o tempo, bem como suas habilidades para entender melhor o público.

Não investir em uma boa internet

Muitos empreendedores que têm um pequeno negócio e, posteriormente, desejam anunciar seus produtos e serviços online, precisam de uma boa internet empresarial para se comunicar com os clientes pelas plataformas digitais. Para lidar com essa necessidade, algumas operadoras oferecem planos de pacotes com internet para atender especialmente frentes de negócios.

Um exemplo disso, é a operadora Vivo que disponibiliza planos de internet fibra empresarial com opções que contemplam a maquininha da PagSeguro e o Vivo Protege, que traz mais segurança online para as transações da empresa.

A boa notícia é que a Vivo tem investido cada vez mais na implementação da banda larga fibra em MG. Os empreendedores de Lagoa Santa e Sete Lagoas, por exemplo, podem solicitar a internet fibra da Vivo para empresas. E a novidade para os empreendedores de Matozinhos é que a fibra da Vivo está disponível para solicitação desde o último dia 2 de agosto.

Agora que você já conhece alguns dos erros mais cometidos pelos empreendedores iniciantes no meio digital, é hora de aplicar no seu negócio as boas práticas para obter mais sucesso. Lembre-se de que o ponto de partida é sempre o consumidor: conheça o seu potencial cliente e tenha a chave para criar boas estratégias.

Publicidade

Previous
Next