Untitled Document
megamenu.js | Last responsive megamenu you'll ever need
jQuery Devrama Slider Demo
Concessão e pedágios na MG-424 estão de volta à pauta
Concessão e pedágios na MG-424 estão de volta à pauta
Da Redação
Por Dentro de Tudo
Publicada 22/05/2019

O tema “Concessão e pedágios na MG-424” está de volta à pauta. A informação foi repassada pelo Vereador Fred Piau durante a reunião ordinária da Câmara Municipal de Pedro Leopoldo, na noite desta segunda-feira (20). Procurada, a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop) admitiu a elaboração de um novo projeto.

Segundo o parlamentar, o assunto surgiu durante o Congresso de Municípios, que ocorreu na última semana, no Mineirão. “Estava no Congresso, uma experiência enriquecedora, e fui conversar rapidamente com o Marco Aurélio, Secretário de Estado, que deu uma palestra. Foi um papo informal, mas assustei quando ele pediu apoio para retornar as conversas da implantação do posto de pedágio. Não estou dizendo que vai acontecer, mas assustei. Na hora eu falei que não apoio e o povo de Pedro Leopoldo não vai aceitar, pois foi com muita luta que conseguimos evitar, juntou vereadores, prefeito, empresários, a população, todos lutando juntos contra o pedágio", declarou Piau. 

O Por Dentro de Tudo entrou em contato com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop) que admitiu a elaboração de um novo Programa de Concessões de Rodovias, mas sem repassar detalhes de quais trechos serão beneficiados. “As informações dos trechos que vão fazer parte do Programa serão divulgadas em breve”, informou.

E agora?

Há pouco mais de um ano, a população de Pedro Leopoldo, Confins e São José da Lapa, se mobilizou, juntamente com políticos e empresários, contra a instalação do pedágio no trecho já duplicado da MG-424, entre Pedro Leopoldo e BH. Houve manifestação na rodovia e em vários outros locais. O edital foi barrado no dia 04 de junho de 2018, através de uma liminar que suspendeu a licitação para a concessão da MG-424 e, consequentemente, a implantação de praças de pedágio na rodovia.

Concessão antiga

Conforme o portal da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), a concessão da MG-424, proposta em 2017, iria abranger uma extensão de 51 quilômetros, com prazo previsto para a concessão de 30 anos e o investimento na ordem de R$1,6 bilhão.

Entre as obras de melhoria previstas estavam a duplicação de 12 quilômetros do trecho, a construção de faixas adicionais em 29 quilômetros, acostamento em 10 quilômetros e vias marginais em 3 quilômetros.

O outro lado

Há moradores que defendem a duplicação do trecho entre Pedro Leopoldo e Sete Lagoas, esquecido durante as obras de melhorias da Copa de 2014, retirando o tráfego intenso de veículos que passa dentro de Matozinhos e Prudente de Morais. A duplicação também seria importante para ligar as cidades da região central de Minas Gerais ao Aeroporto Internacional de Confins.

Reportagem: Ronaldo Araújo.

 Documento sem título
Comentários